Curiosidades Sobre a Idade Media

Você está no lugar certo, confira alguns dos melhores conteúdos abaixo.

Quando falamos da Idade Média, é quase impossível não lembrar daquela definição antiga que geralmente designa esse período histórico como “idade das trevas”. Geralmente, esse tipo de conceituação pretende vincular uma perspectiva negativista aos tempos medievais como uma experiência de pouco valor e não poderia de forma alguma aumentar o “desenvolvimento” dos homens.



Para entendermos tamanha depreciação, é necessário que investiguemos os responsáveis pela crítica à Idade Média. Foi durante o Renascimento, movimento intelectual do período Moderno, que observamos a progressiva consolidação desta visão histórica. Para os renascentistas, o expresso fervor religioso dos medievais representou um grave retrocesso para a ciência.

Seguindo essa linha de pensamento, vemos que a Idade Média é simplificada à condição de mero oposto aos ditames e valores que dominavam a civilização greco-romana. Não por acaso, o Renascimento se colocou na posição de sujeitos que se deram ao trabalho de “sequenciar” o conjunto de traços culturais, estéticos e científicos que eram primazia na Antiguidade Clássica e “melancolicamente” abandonados entre os séculos V e XV.

Entretanto, um breve e mais atento olhar ao mundo medieval nos revela que estas considerações estão distantes dos vários acontecimentos dessa época. Afinal de contas, se estivessem vivendo nas “trevas”, como seriam os medievais os responsáveis pela criação das primeiras universidades? Essa seria apenas uma primeira questão que pode colocar a Idade Média sob outra perspectiva, mais coerente e despida dos vários preconceitos perpetuados desde a Idade Moderna.

O desenvolvimento da cultura cristã, as heresias, as peculiaridades de um contexto político descentralizado, a percepção do tempo dentro dos feudos, as festividades de carnaval são apenas um dos temas que podem revelar claramente que esse vasto período histórico é muito mais complexo e interessante. Ainda há tempo para essas e outras luzes permitirem a reconstrução que os tempos medievais merecem bastante.



Autor

  • Fábio Soares

    Meu nome é Fábio Soares e sou apaixonado por compartilhar conhecimento e ideias. Com uma experiência de 12 em escrita, dedico-me a trazer conteúdos relevantes e informativos. Além de ser escritor para este blog, sou jornalista formado sempre em busca de novas perspectivas e aprendizados.